quem somos | notícias | cursos | espaço expositivo | serviços | contato

No dia 27/07 abrirá a exposição “Das tipuanas pelos ares” de Lais Krücken com curadoria de Juliana Crispe.

A Exposição conta com colagens de fruto seco sobre acrílico com intervenção em ponta seca.

“As sâmaras ou sementes aladas, esses pequenos seres que encontrei em minhas caminhadas, me encantaram pela forma rendilhada na calçada. E me mantiveram seduzida pela beleza de suas linhas e formas em inesgotável variação. Da aparente
repetição, o aprofundamento do olhar propiciou um mergulho na
singularidade, cada uma em seu traçado e na peculiaridade da forma, em seu momento e circunstância. Singulares por um lado, e por outro semelhantes, irmanadas na tarefa de fertilizar o mundo: voar para espalhar vida. Fruto que transforma o corpo em asas para espalhar as sementes protegidas, as sâmaras são estratégia de árvores como a tipuana, frequente na ornamentação urbana brasileira.
Coletar as sâmaras encontradas em minhas caminhadas foi irresistível. Assim como criar formas e composições a partir do convite implícito. Desse trabalho surgiram as obras da exposição Das tipuanas pelos ares. Esse fazer conduziu pensares, reflexões
e memórias de leituras, surgindo convites para outras leituras: pensamento que se deixou levar pela mão em outras caminhadas, ampliando sentidos do fazer e do viver.”
Texto da artista.

Abertura da exposição: Dia 27/07 às 19h
Conversa com a artistas às 20h

 

lais